LIVINHO: Um nome desnecessário no cenário da música nacional - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

LIVINHO: Um nome desnecessário no cenário da música nacional

Foto: Reprodução 

Livinho é aquele típico produto criado para satisfazer determinado tipo de público mas apresenta tanto defeito de fábrica , que nem mesmo voltando a fase inicial da produção parece ter jeito. E essa certeza,  aumenta a cada episódio de agressão e manchetes policiais. O mais recente,  aconteceu no último fim de semana na Audio Club (SP). O funkeiro teria agredido o técnico de som verbalmente e fisicamente conforme as imagens .

O caso virou notícia e o mais irônico pra não dizer 'piada do dia'  é que mesmo perante ao erro, Livinho usa e abusa da arrogância em postagem em sua rede social. "Me cobre no talento, nas músicas,  letras e não no que acontece por trás das câmeras seus Cu...",  escreveu. Para o dono do hit "Fazer Falta", é  como se os bastidores não refletissem a real essência do artista e não tivesse importância. É como se ele quisesse impor junto ao público de que fora das câmeras tudo é  válido e não deve ser levado em conta.  É uma espécie de "Mundo do Livinho" - onde ele é  o rei e tudo pode.


Infelizmente a dignidade e credibilidade de Livinho como artista , se é que assim pode ser chamado, foram para o ralo e ele e sua equipe ainda não perceberam. É inegável o seu talento, mas de nada adianta você ter uma vocação,  um dom, se sua índole e seu caráter apresentam rasuras conforme o tempo vai passando.  No mais, a presença do nome "LIVINHO" no cenário da música nacional tem sido cada vez mais desnecessária. E os fatos comprovam cada vez mais essa tese.

POP Brasil
David Dukki