Artistas do forró e sertanejo são alvos da justiça. Saiba mais! - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

terça-feira, 4 de abril de 2017

Artistas do forró e sertanejo são alvos da justiça. Saiba mais!

Foto: Reprodução 

Bandas de forró e sertanejo são alvos de medidas judiciais por gravarem a versão modificada do hit “Que Mal Te Fiz Eu”.

Entenda:
Tudo começou após a Justiça do Rio de Janeiro proibir Gusttavo Lima e a Som Livre de executar, divulgar e comercializar, por meio físico ou eletrônico, a canção que sofreu uma alteração na letra e, que esta, não teria sido autorizada pelo compositor português Ricardo Landum.

Entre os grupos musicais são citados Aviões do Forró, Wesley Safadão, Calcinha Preta, Tayrone Cigano, Léo Magalhães e Simone & Simaria. “Existem outras bandas de menor expressão, mas essas não estão no foco no momento”, disse ao site “Vai, Forrozão!” o advogado Leonardo Honorato, que está à frente da defesa do compositor.


Segundo Leonardo, foram notificados até o momento: Gusttavo Lima, Léo Magalhães, Som Livre, Google e Aviões do Forró. O cantor  Wesley Safadão e a banda Calcinha Preta não foram notificados em razão de não terem sido localizados nos endereços dos escritórios informados a Receita Federal. 

O advogado  afirma que as bandas Aviões do Forró, Wesley Safadão, Simone & Simaria, Léo Magalhães, Calcinha Preta e Tayrone Cigano teriam utilizado a música em CDs promocionais, entretanto, mesmo não ficando comprovada a responsabilidade sobre a confecção dos discos, somente a utilização da música em shows com a letra alterada já carateriza a violação passível de indenização.

POP Brasil 
Bruno Melo