COLUNA:Música 'Deu Onda' do MC G15 é tão ruim que se torna boa - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

COLUNA:Música 'Deu Onda' do MC G15 é tão ruim que se torna boa

Foto : Reprodução 

Por mais que inúmeras apostas para o verão 2017 estejam indo bem nas rádios  e plataformas digitais , é praticamente impossível um outro hit ofuscar o sucesso e todo o barulho que 'Deu Onda' vem fazendo desde que viralizou.

Cada música tem seu espaço  (isso é  fato) mas, MC G15 tem inúmeros pontos ao seu favor nesse verão  2017. 


A canção surgiu de forma viral, a coreografia (algo essencial pra bombar no verão brasileiro) grudou e conquistou  público de todos os tipos - dos anônimos aos famosos, da criança ao adulto.

E o motivo pra tanto sucesso? 
Não  há uma fórmula exata pra fazer sucesso,  mas é inegável que todo aquilo que soa clichê e 'surreal' para a massa, já é meio caminho andado. Quem poderia imaginar que iniciariamos 2017 com a frase 'Meu Pau Te Ama' !? Quem poderia imaginar que quatro palavras consideradas 'machista' por uma parcela, conquistariam o público!? Nem Freud se ainda estivesse vivo, compreenderia.

Tanto a versão  original quanto a chamada 'versão Light' são ruins? Sim. Mas, é  justamente isso que chamamos de 'ruim' que torna a música boa. Pautada em gírias  e servindo como contraste de quem é  fidelizado com a moral e os bons costumes, 'Deu Onda' tem a cara do verão. É  ousada e diverte com sua fórmula discarada de mostrar  para as mulheres de que o homem no relacionamento é  mais 'sexo' do que sentimento. Afinal 'Meu Pau Te Ama' exemplifica bem o tipo de papo e confidências entre homens [apesar de suas exceções] quando o assunto é relacionamento. 

Numa outra via, não  é novidade para ninguém que o verão brasileiro é  mencionado mundo afora como um dos mais atraentes e as músicas dessa estação não poderiam ser diferentes. No mais, é preciso deixarmos a hipocrisia um pouco de lado, pois  a letra de 'Deu Onda' é  poesia de mercado se compararmos as atitudes de muita gente nas 'baladas da vida' depois da segunda dose. Se o hit conquistou espaço é  mérito do funkeiro e de quem consome e propaga a canção nas redes sociais.

Não podemos anular o fato de que música também  é entretenimento, não  importa a fórmula - Na Boquinha da Garrafa é  um exemplo de como a musicalidade no país sempre usou e abusou da ousadia pra entreter. No caso de 'Deu Onda', a canção é tão ruim que se torna boa comercialmente e gruda como chiclete. 

POP Brasil
David Dukki