"Quem não cresceu, ficou para trás", diz Valesca sobre o funk - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

"Quem não cresceu, ficou para trás", diz Valesca sobre o funk

Foto: Reprodução 

O Programa do Porchat desta segunda-feira (19) recebeu a funkeira Valesca Popozuda. A cantora falou sobre a relação com os fãs mirins que adoram suas músicas e coreografias e também revela que já sofreu assédio de contratantes de shows na época em que trabalhava no grupo Gaiola das Popozudas.

"A gente não deve se calar nunca", disse a artista ao relatar episódio de assédio envolvendo contratante.

Valesca também relembrou o início da carreira e confessou que já sofreu preconceito por ser funkeira. Segundo a artista, o funk precisa se reinventar.
"Quem não cresceu ficou para trás", disse ela.

Ao ser questionada pela censura em seu clipe e se o fato teria prejudicado as visualizações, ela disse: "Não. Pelo contrário, eu digo que o proibido é mais gostoso". 

Em outro momento da entrevista,  a funkeira saiu em defesa das mulheres que se prostituem: "Não estão roubando, nem matando, estão usando o que é  delas. Isso também é culpa do país que não dar oportunidades... São guerreiras".

POP Brasil
Bruno Melo