CASO DE POLÍCIA: Após ataques racistas, Preta Gil vai à delegacia registrar ocorrência - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

terça-feira, 26 de julho de 2016

CASO DE POLÍCIA: Após ataques racistas, Preta Gil vai à delegacia registrar ocorrência

Foto: Divulgação


A cantora Preta Gil foi vítima de mensagens de ódio e de cunho racista em seu perfil no Facebook, nesta segunda-feira (25). A artista postou um desabafo hoje em sua página na rede social e o caso foi registrado na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) no inicio da tarde desta terça-feira (26). Na saída, a cantora conversou com a imprensa. "Contei para a delegada como eu fiquei ciente dos ataques ontem (25) à noite, quando entrei na página do meu Facebook e vi uma série de ofensas a minha pessoa, com xingamentos e ataques racistas me chamando de macaca e falando que eu tinha que voltar para a senzala. Coisas absurdas que me chocaram. Fiquei muito nervosa no primeiro momento. E falando com advogados e amigos, eles me aconselharam a procurar a delegacia", disse Preta Gil.

Vários perfis fizeram xingamentos contra a cantora acompanhados de frases racistas. As mensagens postadas eram acompanhadas da hashtag MM. "São covardes, são pessoas vis, não sei quem são. Será que eu deveria não dar atenção ou querer me preocupar com isso? NÃO! Vou me defender em meu nome e de quem mais se sentiu ultrajado com essa verdadeira doença social. Essa epidemia de desamor e ódio que se alastra e atinge a todos", escreveu.

A cantora finalizou a postagem dizendo: "Estou cansada dessa impunidade, dessa onda de ódio, de gente que escreve o que quer para atacar a quem está quieto. Quero justiça!".

POP Brasil
Felipe Santos