COLUNA: Ximbinha desperdiça sucesso inicial da XCalypso e transforma banda em uma 'farofa musical' - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

COLUNA: Ximbinha desperdiça sucesso inicial da XCalypso e transforma banda em uma 'farofa musical'

Reprodução: Internet


Após a conturbada separação e anúncio do fim da banda Calypso,  Ximbinha adotou o ‘X’ em seu nome e da banda, apostou em Thábata Mendes e deu inicio a uma nova caminhada. De imediato, o nome do grupo XCalypso, virou meme e motivo de piadas nas redes sociais. De contra partida, Thábata Mendes foi duramente  bombardeada nas redes por uma parcela dos seguidores da cantora Joelma. 
Com tantos ‘contras’, muitos se perguntavam se a banda ia emplacar ou não. Um novo som, uma nova cantora, a desconstrução do que um dia foi a Calypso, era notório. A banda começou a agradar, a fase de xingamentos por parte de alguns fãs havia cessado, a música ‘Saudade’ já tinha emplacado e quando menos esperamos, nos deparamos com tal notícia: Thábata deixa a XCalypso.

Prós e Contras
Sem dúvida alguma,  o guitarrista deu um tiro no pé ao anunciar o fim de uma parceria que já tinha ganho uma identidade, e que o público e o mercado já tinham acolhido.  Dessa vez, o tiro certeiro não veio de Anitta com seu hit ‘Bang’ , o tiro surgiu da incompetência  em brincar com o mercado e o público de forma tão amadora.
Os prós são poucos. Talvez, considero como único aspecto positivo nesse rompimento, o nome Thábata Mendes, que conseguiu visibilidade nacional e se fizer bom uso, pode se dar bem. Quanto a nova da XCalypso,  deve se tornar mais uma banda dessas que qualquer empresário tenta emplacar no Norte e Nordeste, mas, que o êxito nacional, é praticamente nulo.  Se de um lado , Thábata Mendes ganhou visibilidade que se bem explorada tem tudo pra permanecer no mercado. Do outro lado da moeda, no caso da XCalypso, houve uma perda de identidade – com apenas três meses, o grupo conseguiu criar uma identidade visual e comercial, após um começo turbulento. 

COLUNA: O lado humano para o 'público marrom', pouco interessa. No caso do fã, o caminho é bem mais complexo, entenda!

Com a entrada de três vocalistas na banda XCalypso, Ximbinha deixa de lado um projeto inicial que tinha sido apresentado a imprensa, três meses atrás, e dá inicio aquilo que chamo de ‘Farofa Musical’. Não é nada fácil começar um novo projeto após uma década de parceria, e é mais difícil , quando o líder consegue desfigurar o projeto e recomeçar outro, dentro dele. No mais, Ximbinha vai precisar de sorte, de muito investimento e principalmente do apoio do público – este último é complexo, pois nenhum consumidor vai comprar um produto sem conhecer sua origem.  Afinal, com a saída de Thábata e sua passagem relâmpago, fica difícil voltar a acreditar e consumir um produto, que em poucos meses que foi servido ao público, já teve mudança de ingrediente.

POP Brasil
David Dukki