COLUNA: Lá fora ela desce até o chão "ela é destruidora", com as nossas estrelas "vergonha alheia" - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

COLUNA: Lá fora ela desce até o chão "ela é destruidora", com as nossas estrelas "vergonha alheia"

(As imagens são meramente ilustrativas)

Nos últimos anos, o número de pessoas que deixaram o social para se esconder atrás da rede social, é enorme. No facebook, por exemplo, em todo o mundo são mais de 1 bilhão de usuários, e muitos deles, fazem uso dessa ferramenta , da pior forma possível.

E quando o assunto é música, estes tais usuários que são 'carinhosamente' chamados de Hater, pregam o ódio sem pensar nas consequências.

O desrespeito do brasileiro com seus artistas  é tão intenso e constante, que os julgamentos além de ofensivos, deixam claro, o quanto nossos artistas sofrem na mão daqueles que idolatram qualquer tombo de uma diva internacional.

Tal cantora leva tombo, em seguida se  levanta, é idolatrada nas redes como “Rainha, destruidora”, um artista nosso é vítima da falta de competência e amadorismo de uma emissora de TV, é ridicularizada nas redes, com comentários que ofendem tanto o pessoal quanto o profissional (O episódio envolvendo a cantora Wanessa no Gugu) é apenas um dos exemplos.

Se no clipe a gringa aparece rebolando até o chão,os adjetivos são: "Diva" , "Rainha", ''Destruidora''. Quando essa mesma cena é reproduzida por uma brasileira, a história muda: "Vergonha", "Parece uma vadia'', "Só é o que sabe fazer'' , entre tantos outros.

Inúmeros artistas lá fora emprestam a voz apenas no estúdio, nos shows usam e abusam do play back, protagonizam inúmeras falhas, mas, o brasileiro continua comprando os discos, exaltando um produto que a qualidade tem como parâmetro uma boa dose de auto-tune e marketing. Uma brasileira que há mais de uma década nos presenteia com seu carisma, talento, tem o talento posto em cheque por uma simples falha. Ora! A falha técnica pode ser revista, mas, o respeito uma vez jogado fora duas vezes nosso caráter é rasurado.


Temos todo o direito de rir da situação, porém, temos  a obrigação de usar no mínimo argumentos plausíveis pra criticar ou crucificar alguém por um ato que não é de sua responsabilidade. Voltando ao  episódio protagonizado pela cantora Wanessa, deixa notório que mais do que a falha técnica,a  falha moral está na falta de respeito do brasileiro para com seus artistas e não num simples play back colocado de forma equivocada por um  programa de TV.


POP Brasil
David Dukki