ESPECIAL AXÉ: A 'Rainha Má' cujo o feitiço tem como ingrediente, a poesia - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

ESPECIAL AXÉ: A 'Rainha Má' cujo o feitiço tem como ingrediente, a poesia

Reprodução: Internet

Daniela Mercury é uma das maiores cantoras  e artistas do nosso país. Sua musicalidade se funde com a poesia de sua vida, assim como a sua história e postura ao expor sua arte. O repertório é extenso e repleto de poesia e a canção escolhida pra homenagear a cantora em nosso especial , fica a cargo da canção "Alma Feminina".

Diz um trecho: ''Canto porque sou guerreira, tenho alma de mulher...'', sem dúvida alguma seu canto é o canto de toda mulher que se liberta de paradigmas e encara a vida, como mais uma face do amor e não como um rótulo social. Ela tem alma de mulher, não apenas por ser mulher, mas, por ter a sensibilidade de reconhecer a importância da mulher.

''Sou de fé,sou brasileira, chego lá se Deus quiser...'', talvez estes versos façam jus ao inicio de sua carreira, de sua história, quando aquela menina que nasceu em 28 de julho de 1965, jamais imaginaria que chegaria lá e estaria lá. E esse 'lá' é no meu , no seu, no coração da música brasileira.


''Danço pra mostrar a minha cara, sou mais eu, sou joia rara, acredito no meu valor...'', Daniela quando dança não mostra apenas a cara, ela defende uma ideologia - ela recria sua arte. Ela pode se vangloriar de ser uma joia rara, pois, o Brasil acredita no seu valor. ''Quando estou feliz sou purpurina, tenho alma de menina e uso a força da voz pra falar de amor.'', é justamente essa força dessa tal voz que fez e faz com que a rainha do axé leve o amor, independente da classe social, da sexualidade, aos quatro cantos do mundo. Daniela , é feminina de verdade, podemos dizer que ela é uma eterna refém de sua arte, sendo filha e maior grande da liberdade, principalmente a poética. 

Neste carnaval, ela nos apresenta a Cidade da Música, confira:


POP Brasil
Ricardo Souza
Supervisão de David Dukki