TCE julga contrato entre Prefeitura de Jaboatão e produtora do show de Claudia Leitte - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

quinta-feira, 26 de março de 2015

TCE julga contrato entre Prefeitura de Jaboatão e produtora do show de Claudia Leitte

Na foto : Prefeito Elias Gomes (PSDB)

O Jornal pernambucano "Do Commercio"  teve acesso ao parecer de dois auditores do TCE que analisa a defesa apresentada pela prefeitura para as irregularidades apontadas no contrato do show da cantora Claudia Leitte, no Reveillon de Jaboatão dos Guararapes - PE e pede a responsabilização do prefeito Elias Gomes (PSDB) por atos como o direcionamento em processo licitatório e o superfaturamento na contratação de artistas. 

R$1,7 MLHÃO DE REAIS
Esse seria o prejuízo do contrato com a empresa ABPA e Produção de Eventos pode ter dado ao erário, segundo  auditoria especial do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que será julgada nesta quinta-feira (26), quase quinze meses após o polêmico show de réveillon da cantora Claudia Leitte, contratado pela produtora.

DEFESA
Para justificar que cabia ao tucano supervisionar o contrato com a ABPA, o parecer lembra que os R$ 5,5 milhões pagos à produtora em 2012 representam 84,46% do valor gasto pela Fundação de Cultura do município. Em 2013, a ABPA recebeu outros R$ 3,2 milhões, o equivalente a 46,19% do que foi desembolsado pelo órgão.

+ Bruninha terá que pagar R$30 mil reais de idenização a Anitta

AUDITORIA
A auditoria apontou superfaturamento na contratação dos shows de Cristina Amaral, Thalles Roberto e Banda Barca Maluka, além de Claudia Leitte. Para a prefeitura, o cachê de R$ 425 mil pago à cantora baiana foi justificado porque a apresentação ocorreu na virada do ano e a artista tinha destaque na mídia devido à sua participação no programa The Voice Brasil.
O secretário de Assuntos Jurídicos de Jaboatão, Júlio Cesar, disse estar confiante no resultado do julgamento do TCE. “O prefeito não responde pelos atos dos secretários. Independente do valor (pago), os secretários têm a competência legal para acompanhar seus projetos”, diz.

POP Brasil com informações do jornal "Do Commercio".