Ju Moraes fala sobre o projeto 'Botequim D'Ju' e o carnaval de Salvador - Pop Brasil

ÚLTIMAS!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Ju Moraes fala sobre o projeto 'Botequim D'Ju' e o carnaval de Salvador


Uma das participantes mais marcantes do The Voice Brasil e uma das grandes revelações da música baiana, Ju Moraes falou  um pouco sobre o  projeto 'Botequim D'Ju' e o carnaval de Salvador. 

Você é uma das novas revelações da música baiana e nacional. Embora você já tivesse um grande público em Salvador, foi a partir do The Voice que o Brasil conheceu sua musicalidade, gravou CD ,DVD, inclusive contando com a participação de sua mentora Claudia Leitte. Como se desenrolou essa parceria em especial para o projeto do DVD? Conta um pouco pra gente.

- Sem dúvidas, o The Voice me ajudou muito. Me ajudou muito a acreditar mais em mim mesma também. Me tornei mais confiante cantando ali, toda tarde de domingo, ao vivo, pra todo Brasil e sentir o feedback disso. E o projeto do DVD veio com esse amadurecimento, na busca por mostrar a minha identidade musical. A parceria com Claudinha surgiu naturalmente no programa e, convidá-la para participar do meu primeiro trabalho autoral foi algo tão natural quanto, tendo em vista todo relacionamento desenvolvido com ela. Aprendi muito com ela e essa foi uma forma de mostrar um pouco dessa gratidão.

Projeto “Botequim D´Ju”. Neste projeto, os convidados eram um show a parte (Daniela Mercury, Margareth, Alinne Rosa). Como surgiu a ideia do ‘Botequim’?

- Na verdade, o Botequim é um projeto antigo. Nessa temporada, nós decidimos trazer de volta, agora com uma proposta mais voltado pra música autoral, meio que repaginado e eu fiquei muito feliz, porque deu muito certo. Como você falou aí, os convidados  eram um show a parte. Na primeira edição, ainda no ano passado, recebemos Belo e, de surpresa ainda. Não divulgamos a participação, então o público acaba se acostumando com isso, de certa forma, e só nos resta corresponder.

Em relação aos convidados citados acima, foi algo planejado ou o convite surgia de acordo com o show da semana?

- Geralmente nós planejávamos com uma ou duas semanas de antecedência, quando podíamos, a exemplo de Belo, que é um artista que não está o tempo todo na Bahia. Mas, houve também convites bem próximos aos ensaios. O último, por exemplo, com Alinne... Nos encontramos em um evento na terça, conversei com ela, e na quinta ela foi lá no Botequim e cantamos juntas.

Encerrando a temporada do Botequim D´Ju.  Como será  e onde será o seu carnaval?

- O Carnaval começou mais cedo pra gente esse ano. Dia 8, no Furdunço, na Barra, já saímos em um trio. Depois na quinta (12), puxamos o “Proibido Proibir” no Campo Grande, um bloco tradicional de samba! Sexta tem Furdunço no Campo Grande mais uma vez, sem cordas pra galera curtir com a gente. Sábado estamos no Camarote Skol junto com a bateria da Mangueira. No domingo volto para a Barra, com o trio pipoca, promovido pela Bahiatursa e segunda tem shows em Cajazeiras, no Carnaval dos Bairros.

Repertório. Ju ouve o público na hora de montar o repertório? E em relação ao carnaval, playlist tá pronta?

- Claro que ouço, o público é o nosso termômetro. Nós sabemos que acertamos na escolha do repertório quando o público responde positivamente, é sempre essa troca. Tá tudo pronto pro Carnaval sim, vamos tocar o “Em Cada Canto Um Samba” na íntegra, além de algumas coisas que não entraram nesse disco e muita música popular brasileira e samba também.

A Bahia tem uma receptividade incrível a todos os estilos de música, exemplo disso é o carnaval onde o funk de Anitta este ano vai estar presente na avenida. Qual sua opinião, em relação a facilidade em que os artistas de grande apelo nacional possuem em colocar um bloco na avenida e muitas vezes o artista da terra não tem. Você vê isso como uma desvalorização e falta de apoio ao artista local?   

- O Carnaval sempre foi democrático, a música baiana é democrática. Então o Carnaval tem espaço para todos. Quando a outra questão, na verdade não sei se é mais fácil para quem vem de fora do que pra quem está aqui. É complexo pra todos. Colocar um bloco na rua exige muita dedicação e empenho!

Vamos ao Bate Bola!
Um momento inesquecível após sua participação no The Voice?
Todos foram extremamente especiais, mas acho que a primeira audição pode ser um primeiro destaque!

Hit do carnaval 2015?
Gosto muito da música da Timbalada, porque remete aos Carnavais de antigamente, de músicas percussivas, marcantes!

Abadá ou na pipoca ?
Eu sou foliã desde muito cedo e adorei sempre estar na pipoca.

Em cada canto um samba ?
Realização

Ju Moraes por Ju Moraes?
Caminhando

Ju Moraes toda a equipe do portal POP Brasil agradece o carinho e atenção. Sucesso! 


Eu que agradeço. Um grande beijo para todos do Portal POP Brasil e podem contar comigo sempre.



POR: POP Brasil (Entrevista David Dukki sitepopbrasil@bol.com.br)